Nem todos os bancos do Rio estão aceitando o pagamento do IPTU

fevereiro 6, 2019 por · Comments
Filed under: Cartório na Barra da Tijuca, Cartório no Centro RJ 

Nem todos os bancos do Rio estão aceitando o pagamento do IPTU

Os contribuintes terão que se armar de paciência para pagar a cota única (com desconto de 7%) ou a primeira parcela do IPTU de 2019 que vencem amanhã.

O principal problema é a limitação do número de instituições bancárias credenciadas junto à prefeitura do Rio de Janeiro para receber o imposto.

Atualmente, nove instituições mantêm convênio com município. Mas nem todas permitem que os não correntistas paguem o imposto. Quem só tem conta no Bradesco, por exemplo, precisa, desde 2018, enfrentar filas para pagar em espécie em casas lotéricas — valores até R$ 2 mil — ou em bancos que aceitem pagamentos do tributo por não correntistas, entre eles, Santander e Caixa Econômica.

A grande reclamação dos contribuintes, além da falta de comodidade, é ter que se deslocar com dinheiro pelas ruas.

A dificuldade tende a ser maior este ano. Isso porque, até 2018, a prefeitura fracionava os pagamentos em dois dias úteis consecutivos, conforme o final da inscrição imobiliária. Este ano, a opção do município foi por uma data única.

Diante das reclamações, a Secretaria municipal de Fazenda informou que o Bradesco, segunda maior instituição bancária do país, poderá voltar a ter convênio com o município ainda este ano. Mas, se isso acontecer, já não valerá para a cota única do IPTU. De acordo com a prefeitura, o banco está resolvendo pendências documentais para restabelecer o convênio.

Questionado, o Bradesco se limitou a informar que não mantém convênio para recolher IPTU na cidade do Rio de Janeiro.

As próximas parcelas vencem em 13 de março, 5 de abril, 8 de maio, 7 de junho, 5 de julho, 7 de agosto, 6 de setembro, 7 de outubro, e 7 de novembro.

Fonte : Jornal Extra

Bancos poderão abrir por só 4 h em dia de jogo do Brasil na Copa 2018

Bancos poderão abrir por só 4 h em dia de jogo do Brasil na Copa 2018

copa2018logo

Os bancos poderão ficar abertos por quatro horas nos dias de jogos da seleção brasileira de futebol durante a Copa do Mundo, determinou o Banco Central em circular nesta quarta-feira (9).

A norma dispensa o cumprimento da regra que prevê cinco horas de atendimento obrigatório das agências.

A mudança é comum durante os períodos da Copa do Mundo de futebol e segue o mesmo padrão adotado pelo BC nos Mundiais de 2014 e 2010.

As instituições financeiras e demais instituições autorizadas pelo Banco Central deverão fixar aviso no interior das agências informando as mudanças de horário nos dias dos jogos com no mínimo dois dias úteis de antecedência, diz a circular.

A estreia do Brasil na Copa 2018 será contra a Suíça, no dia 17 de junho, em Rostov, em um domingo.

Já as partidas seguintes serão diante da Costa Rica, no dia 22, em São Petersburgo, em uma sexta-feira e diante da Sérvia, no dia 27, em Moscou, em uma quarta-feira.

Fonte : Folha de S.Paulo