Justiça proíbe estado de investir na Linha 4

outubro 10, 2018 por
Filed under: Cartório na Barra da Tijuca, Cartório no Centro RJ 

Justiça proíbe estado de investir na Linha 4

Ainda não há luz no fim do túnel para a conclusão das obras do trecho final da Linha 4 do metrô e da estação da Gávea, que estão paradas há três anos e meio.

Ontem, a 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio negou um pedido feito pelo Palácio Guanabara para derrubar a liminar, obtida pelo Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção do Ministério Público (MP), que proíbe o governo de injetar recursos no projeto.

Para concluir obra, que deveria ter ficado pronta em janeiro, são necessários cerca de R$ 700 milhões.

Toda a Linha 4, de Ipanema à Barra, está orçada em R$ 10 bilhões. Segundo o MP, esse valor inclui um superfaturamento e um sobrepreço de mais de R$ 3 bilhões.

O MP defende que o estado não deve investir mais recursos no metrô porque, entre outros motivos, decretou calamidade pública na administração financeira e tem um deficit previsto de R$ 10 bilhões na Lei Orçamentária Anual de 2018. Já a Procuradoria-Geral do Estado informou que só vai se pronunciar após ser notificada pela Justiça.

Projetada para ser a plataforma mais profunda do sistema, a 55 metros abaixo do nível da terra, a Gávea teria a capacidade de receber 19 mil passageiros por dia. Em vez disso, foi inundada com 36 milhões de litros de água, medida de precaução para afastar possíveis danos estruturais em prédios do entorno. As outras cinco estações da Linha 4 já estão em funcionamento.

Fonte : Jornal Extra

Comentários