Estados Unidos estabelecem inspeções mais rígidas em embarques para o país

outubro 27, 2017 por
Filed under: Cartório na Barra da Tijuca, Cartório no Centro RJ 

Estados Unidos estabelecem inspeções mais rígidas em embarques para o país

passageiroseu

Desde a última quinta-feira (26), passageiros do mundo inteiro vão ter que passar por inspeções mais rígidas antes de embarcar para os Estados Unidos.

É uma mudança que vai afetar 325 mil pessoas que viajam nos 2.100 voos que chegam todos os dias aos Estados Unidos.

E as novas regras valem para todos os passageiros, inclusive americanos, que estiverem viajando de qualquer lugar do mundo para cá.

Uma delas é a possibilidade de entrevistas de segurança antes do embarque, feitas por funcionários das companhias aéreas. A outra é o aumento da revista feita em aparelhos eletrônicos. Alguns passageiros podem ter que passar os celulares e laptops em um scanner de explosivos. A escolha de quem passa pela revista é feita pelo governo americano, com base na lista de passageiros.

As novas medidas foram anunciadas em junho e o governo deu 120 dias para as empresas aéreas se adaptarem. Nesta quinta, todas deveriam estar cumprindo as novas regras. Mas os voos que estão chegando aos Estados Unidos ainda estão longe de ter um padrão. Algumas companhias distribuindo formulários para os passageiros preencherem, outras estão fazendo as entrevistas verbais e algumas companhias informaram que continuam com a operação normal, e que receberam autorização para atrasar o início das novas exigências.

As empresas brasileiras que tem voos para os Estados Unidos também têm posições diferentes sobre as medidas.

A Latam informou que já tinha implementado as regras em julho e que, a partir desta quinta, mudam apenas procedimentos internos de limpeza dos aviões.

A Azul disse que já se adaptou às novas medidas, mas que não pode divulgar quais são por um pedido do próprio governo americano.

A Avianca informou que está no processo de implementação, treinando funcionários, mas que também não pode divulgar como vão ser as mudanças por questões de segurança.

Fonte : Jornal Nacional – Rede Globo de Televisão

 

 

Comentários