Cariocas sofrem para fazer seguro de carros

outubro 5, 2017 por · Comments
Categoria: Uncategorized 

Cariocas sofrem para fazer seguro de carros

carrosbarradatijuca

Dono de um Chevrolet Prisma, o técnico de manutenção Natan Pereira, de 45 anos, tomou um susto ao ser informado sobre o valor da renovação do seguro do veículo : R$ 9 mil. Seu endereço, na Pavuna, foi a justificativa para o preço. Assim como ele, moradores de Manguinhos, Sampaio, Pavuna e Rocha Miranda vêm enfrentando dificuldade para fazer novas apólices.

Conforme o GLOBO informou ontem, companhias estão se recusando a fechar contratos com clientes que vivem em regiões onde são registrados altos índices de roubos de veículos.

— A culpa é das autoridades, que não combatem a violência — reclamou Natan.

Em entrevista publicada ontem, o diretor-executivo da Federação Nacional de Seguros Gerais, Julio Cesar Rosa, disse que empresas do setor já não aceitam mais contratos em áreas de risco e encarecem a apólice a ponto de forçar o cliente a desistir do negócio. Ainda segundo ele, as companhias passaram a considerar um outro dado na hora de calcular o preço do seguro : além do endereço da residência ou do trabalho, agora avaliam os caminhos mais percorridos pelo motorista. Dependendo do trajeto, a conta pode subir 15%.
— A insegurança está por toda parte — lamentou o PM reformado Gerson Ribeiro, de 59 anos, que também sofre para fazer seguro, mas não abre mão de uma apólice : dono de um Fiat Siena, ele já teve dois carros roubados.

Fonte : O Globo

Michel Temer fala sobre Reforma da Previdência em entrevista e a chama de atualização previdenciária

agosto 7, 2017 por · Comments
Categoria: Uncategorized 

Michel Temer fala sobre Reforma da Previdência em entrevista e a chama de atualização previdenciária

governofederalbrasil

O projeto de uma revisão ampla das regras previdenciárias a partir deste ano parece estar mesmo fadado à fixação de uma idade mínima para a aposentadoria.

Tanto que o presidente Michel Temer prefere substituir o termo “reforma” por “atualização” e já admitiu, em entrevista exclusiva ao Estadão/Broadcast, que uma nova mudança deve ser necessária daqui a alguns anos. “Sendo a reforma possível, não será tão abrangente como deveria”, disse Michel Temer, que espera também igualar as regras dos servidores públicos aos da iniciativa privada.

A reforma previdenciária sai agora ?

Temos tido muita colaboração do Congresso. O presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) acha que poderá votar na Câmara até o começo de setembro. Essa agora é uma decisão do Congresso Nacional, não é mais uma decisão nossa. A matéria está sob exame da Câmara no presente momento e depois do Senado. Mas vejo no Rodrigo Maia um presidente que quer as reformas, assim como o presidente Eunício Oliveira (PMDB-CE), lá no Senado. Portanto, acho que ela sai. Mas eu não quero fazer previsão, porque não quero interferir no Congresso. Acho que até outubro ela deve sair.

É possível que a reforma da Previdência se resuma mesmo à idade mínima ?

Muitas vezes chamo a reforma de atualização previdenciária. Se vocês fizerem um retrospecto histórico, verificarão que a cada oito, dez anos, há uma atualização. Porque o mundo está mudando, a idade vai mudando, as condições vão mudando. Eu mesmo fui relator da reforma da Previdência em 1995, 1996. Anos depois, em 2003, 2004, foi preciso fazer uma nova atualização. Depois, mesmo no governo anterior, foi preciso propor novas regras de atualização previdenciária. E agora, igualmente, nova atualização. A gente faz agora a reforma que é possível. E, sendo uma reforma possível, ela não será tão abrangente como deveria sê-lo. Então, é possível que daqui a seis, sete, oito anos, tenha que fazer uma nova atualização.

E a reforma possível agora é só a idade mínima ?

Não, acho que é idade e a quebra dos privilégios. A questão de igualar a previdência privada com a pública é fundamental. As pessoas não suportam mais a história de diferenças, de privilégios. A Constituição determina que todos são iguais perante a lei, ou mesmo homens e mulheres são iguais em direitos e deveres. Na verdade, o mote constitucional é dizer que não poderá haver distinções entre pessoas. A não ser que haja distinções pautadas por correlação lógica entre a discriminação e o fato que leva a discriminar. Agora, eu pergunto: Será que há uma discriminação possível entre quem está no serviço público e quem está na previdência privada ? Não há razão para essa distinção. Esses dois fatos me parecem importantes.

Fonte : O Estado de S.Paulo

Voo Atrasado ? Conheça seus direitos

Captura de Tela 2015-02-04 às 19.14.39

Uma empresa aérea portuguesa foi condenada ao pagamento de indenização para casal que perdeu conexão decorrente de atraso em voo saindo de Lisboa. Foi determinado pagamento no valor de R$ 4 mil por danos morais. A autora relatou que, ao retornar com seu marido de viagem a Israel, houve atraso de 1h30min na saída do avião do aeroporto de Lisboa, o que ocasionou atraso para a conexão do voo no Brasil que levaria o casal até Porto Alegre. Em função disso, teve de adquirir novas passagens para ela e para o marido, passando a noite no aeroporto de Campinas. Leia a notícia completa em: http://bit.ly/1Do4Qci. Acesse a cartilha da ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil e confira seus direitos em casos de atrasos ou cancelamentos: http://bit.ly/1x5NKLj

locutora Iris Lettieri foi recontratada pelo Galeão

setembro 29, 2014 por · Comments
Categoria: Uncategorized 

Recebemos com satisfação a notícia publicada hoje na coluna da Cleo Guimarães do Jornal O Globo. A pedido do Prefeito Eduardo Paes, a locutora Iris Lettieri foi recontratada pelo Galeão e voltará a ser a voz do nosso aeroporto.
O 15º Ofício de Notas também entende que ela é patrimônio do Rio.
Aqui no cartório, contratamos a Iris Lettieri para gravar nossa vinheta telefônica de atendimento e desde 2012, quando um cliente liga para o nosso cartório, é atendido por ela!

Já visitou nosso portal ?

www.cartorio15.com.br

Planejamento Sucessório

agosto 4, 2014 por · Comments
Categoria: Uncategorized 

Tabelia no rio de janeiro

Amigos, no dia 14.08, às 18hs, na OAB da Barra da Tijuca, nossa tabeliã, Dra. Fernanda Leitão, ministrará uma palestra sobre Planejamento Sucessório. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo telefone abaixo.
Seção OAB/ Barra da Tijuca – Av. das Américas, 3959, loja 222, dentro do shopping Marapendi (da Caixa), em frente ao Centro Empresarial Barra Shopping.
Tel: 3545-6660

Projeto Acessibilidade Cartório no Rio de Janeiro

agosto 4, 2014 por · Comments
Categoria: Uncategorized 
projeto acessibilidade cartório no rio de janeiroProjeto Acessibilidade Cartório no Rio de Janeiro
Aqui estamos 100% adaptados para recebê-los!
O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) editou a Resolução n. 81 que disciplina o desenvolvimento de ações que garantem plena inclusão de pessoas com deficiência no âmbito do Ministério Público da União e dos estados visando ao reconhecimento da dignidade e cidadania dessa parcela da população. São considerados tipos de deficiência: física, auditiva, visual, intelectual, mental e múltipla. Saiba mais sobre o assunto na cartilha feita pelo CNMP: http://bit.ly/1ngPyRC.

Provimento n39

agosto 4, 2014 por · Comments
Categoria: Uncategorized 

cartorio no rio de janeiroCNJ publica o Provimento nº 39 que dispõe sobre a instituição e funcionamento da Central Nacional de Indisponibilidade de Bens – CNIBhttp://goo.gl/Erxv8U

Projeto Acessibilidade

julho 23, 2014 por · Comments
Categoria: Uncategorized 
Captura de Tela 2014-07-23 às 01.07.33
15º Ofício de Notas – Cartório 15 está em fase de conclusão do PROJETO ACESSIBILIDADE. Em breve, vocês poderão acompanhar aqui todas as medidas inclusivas de deficientes que adotamos!
Acessibilidade é um direito garantido pela Lei n. 10.098/2000. Exija!
Confira a legislação: http://bit.ly/1jrhIJB.

Compra de Imóveis – Cartório no Rio de Janeiro

julho 17, 2014 por · Comments
Categoria: Uncategorized 

restituicao de pagamento de imoveis cartorio rio de janeiro

Comprador que desiste do imóvel deve ser restituído de forma justa!http://bit.ly/1noxOin

“É abusiva e ilegal a cláusula do distrato decorrente de compra e venda imobiliária que prevê a retenção integral ou a devolução ínfima das parcelas pagas pelo promitente-comprador. O entendimento foi ratificado pela Quarta Turma do STJ”.

Planejamento Sucessório por Tabeliã Dra. Fernanda Leitão

julho 17, 2014 por · Comments
Categoria: Uncategorized 

tabelia no rio de janeiro

No dia 29.08, às 10hs, no auditório da EMERJ no Tribunal de Justiça do RJ, nossa tabeliã, Dra. Fernanda Leitão, ministrará uma palestra sobre o tema do Planejamento Sucessório. Não percam!

Próxima Página »